Cinco dicas para pequenos negócios sobreviverem à crise

Acompanhe abaixo algumas dicas sobre como manter seu negócio funcionando durante a Pandemia do Coronavírus




1. Não entre em pânico e mantenha a calma

Quando o dinheiro deixa de entrar no caixa e o que tem começa a sumir, manter a calma e a paciência pode ser bem difícil. Mas, somente com a cabeça fria e no lugar você vai conseguir montar estratégias e pensar em saídas para o seu negócio.


2. Use os recursos que o governo oferece

A pandemia fez com que governos do mundo inteiro tomassem providências para amparar os pequenos negócios. No Brasil, o auxílio emergencial de R$ 600 deve beneficiar cerca de 100 milhões de pessoas, entre elas, 3.6 milhões de microempreendedores individuais (MEI). Essa quantia pode ser utilizada para inovar no empreendimento, como investir no delivery ou alavancar as vendas no mercado online.


3. Prepare um plano financeiro

Geralmente, os custos dos pequenos negócios são similares: aluguel, pagamento dos funcionários, contas de água, luz e internet. Nesse momento, o ideal é balancear as despesas e negociar com as despesas. Outras opções para equilibrar as contas são: trabalhar como freelancer, evitar contratar novas pessoas e, se alugar uma sala, considerar um espaço mais barato.


4. Compre dos pequenos

Não tem ninguém melhor para entender a sua situação do que outro pequeno empreendedor. Então, ao comprar insumos, pesquise as pequenas empresas que fornecem o que você precisa. Tente negociar prazos e valores, de uma forma que fique bom para os envolvidos. Por estar passando por uma fase parecida, e, provavelmente, com problemas parecidos, são maiores as chances de os pequenos serem mais flexíveis. E claro, estenda a mão também, auxilie outros micro e pequenos negócios. Assim, juntos, vocês criam uma rede de apoio.

5. Procure por outras oportunidades

Para lidar com as transformações forçadas pela pandemia é necessário repensar o seu modelo de negócio. Se as pessoas estão ficando muito mais tempo em casa devido ao isolamento social, você precisa fazer a seguinte pergunta: como o seu produto ou serviço vai chegar nelas? Bem, um exemplo de empresa que mudou por causa do coronavírus é a Eats 4 You, negócio de comida caseira que entregava os alimentos em centros comerciais. Ao perceber que o faturamento caiu 30%, decidiu fazer o delivery na casa das pessoas – já que muitas estão fazendo home office- , o que gerou aumento de 25% de cozinheiros cadastrados na plataforma.


FICOU COM DÚVIDAS?
0800 799 99 39 . contato@brasilmaisempreendedor.com